Sex, 29 de Março de 2019 14:49

Governador e primeira-dama prestigiam primeiro concerto de 2019 da Filarmônica de Goiás

Acompanhado da primeira-dama Gracinha Caiado, o governador Ronaldo Caiado prestigiou, na noite da última, quinta-feira dia 28, a abertura da temporada 2019 da Orquestra Filarmônica de Goiás. "Essa orquestra emociona e mostra ser uma das melhores, não só do país", afirmou o governador ao destacar a relevância e a qualidade do grupo goiano. O evento encheu o Palácio da Música Belkiss Spenzière, do Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia.


"É uma orquestra que realça nosso nome. Não podemos perder um patrimônio como esse. Temos que formar nossos jovens cada vez mais e intensificar o apoio à cultura", completou Caiado. O governador reafirmou seu compromisso com o segmento, ao lado do secretário de Estado da Cultura, Edival Lourenço. O senador Pedro Chaves, do Mato Grosso do Sul, também compareceu ao concerto.

​Presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado disse que Goiás merece uma cultura viva e ativa. "A Orquestra Filarmônica é uma joia de Goiás. Temos artistas de grande talento se apresentando hoje aqui e queremos levar para todo o Estado. Vamos trabalhar para valorizar nossa cultura e nossa identidade", comentou.


Orquestra Filarmônica de Goiás, em apresentação no Palácio da Música Belkiss Spencieri, do Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia.


O concerto


Após dar as boas-vindas, o maestro Leonardo Labrada convidou o público a participar de uma peça que não estava prevista no programa do concerto, chamada Divertimento, para um Público Jovem e Orquestra. "Nós vamos tocar juntos", propôs.


Em um momento descontraído, a plateia se envolveu com os músicos, realizando sons com a boca, pés e mãos. O posicionamento geográfico da orquestra foi essencial para a interação pois, ao invés de subir ao palco, ela estava exatamente no centro do Palácio da Música, com as pessoas ao redor.


Sob a regência de Neil Thomson, a Orquestra Filarmônica apresentou a Sinfonia nº 1, de Haydn, Rei Cristian II (suíte), de Sibelius e a Sinfonia nº 2, de Bruckner, arrancando aplausos do público entre um intervalo e o outro.


Agenda 2019


A exemplo do que aconteceu nesta quinta-feira, a Orquestra Filarmônica tem a intenção de realizar concertos cada vez mais intimistas, que promovam interação entre a plateia e os músicos. O repertório deste primeiro semestre contará com as obras de renomados compositores, como Dvoràk, Schubert, Berwald, Beethoven e Jonh Cagee.

Entre as novidades deste ano, destaca-se a estreia das séries Chega Mais e Ecos, em Goiânia. Paralelo a isso, a Filarmônica planeja levar música clássica a diversas cidades do interior de Goiás, democratizando o acesso à cultura e atendendo a um pedido feito esta noite por Caiado ao maestro Neil. "O desafiei a organizar espaços nas areias do Araguaia, ou no Lago do Chafariz, na cidade de Goiás. Levar isso para toda população goiana", disse o governador.


Os próximos concertos da temporada principal estão previstos para 25 de abril, 9 e 16 de maio, 2 e 27 de junho, todos no Centro Cultural Oscar Niemeyer. As apresentações são gratuitas.


Gabinete de Imprensa do governador de Goiás